6 PASSOS SIMPLES E FÁCEIS PARA MUDAR MAUS HÁBITOS ALIMENTARES

Hot_pizza-1000x600

Neste post quero mostrar 6 PASSOS SIMPLES E FÁCEIS PARA MUDAR MAUS HÁBITOS ALIMENTARES.

Embora haja influências genéticas, comportamentais e hormonais sobre o peso corporal, a obesidade ocorre quando você ingere mais calorias do que você queima através de exercícios e atividades diárias normais. Seu corpo armazena estas calorias em excesso como gordura.

De um modo geral, as principais causas de obesidade são:

InatividadeSe você não é muito ativo, você não queima tantas calorias. Com um estilo de vida sedentário, você pode facilmente acumular mais calorias todos os dias do que você usa através de exercícios e atividades diárias normais.

Hábitos alimentares – O ganho de peso é inevitável se você come regularmente mais calorias do que você queima. Observe as dietas muito ricas em calorias , cheias de fast food e os refrigerantes açucarados de alto teor calórico.

Segundo Charles Duhigg, autor do livro: O Poder do Hábito, os hábitos controlam a maior parte de nossas vidas, estão dentro de nossas mentes e muitas decisões podem se tornar um comportamento automático. Por exemplo: comer mesmo sem estar com fome.

Em geral o ser humano é uma criatura de hábitos.

Esses hábitos influenciam como nos comportamos com nossa família, como vemos a vida e também como nos alimentamos.

Esse comportamento automático é que nos leva a comprarmos os mesmos alimentos do mesmo supermercado, prepararmos as mesmas receitas e vivermos dentro de nossas próprias rotinas familiares.

Isso não seria um problema se só tivéssemos bons hábitos, mas e se quisermos eliminar os ruins como o hábito alimentar?

Pensar de forma diferente sobre sua dieta e estilo de vida é um bom começo.

O problema é que ficamos tão confortáveis quando nos acostumamos com nossos caminhos, que é difícil abrir mão daqueles velhos hábitos.

Muitas pessoas ficam receosas com mudanças em suas dietas, porque cresceram acostumados a beber e comer os mesmos alimentos. Mesmo quando você quer mudar, velhos hábitos custam a ser eliminados de vez.

Mesmo aqueles que conseguem mudar seus hábitos alimentares ruins, podem facilmente cair de volta em seus velhos hábitos durante os períodos de estresse. Quando você está se sentindo fraco ou vulnerável, reações automáticas muitas vezes substituem boas intenções e aí entra o conhecido efeito sanfona.

Transformar um hábito não é necessariamente fácil e nem rápido, mas é possível, pois eles podem ser ignorados, alterados ou substituídos.

Aqui vão os 6 passos simples e fáceis para mudar maus hábitos alimentares.

1 – Tenha sempre em mente

Você precisa estar ciente dos maus hábitos que deseja corrigir.

Você precisa descobrir por que esses hábitos existem (estresse, ansiedade, solidão).

Você precisa levar as coisas um passo de cada vez, incorporando gradualmente novos hábitos ao longo do tempo, e antes que você perceba, estará comendo de forma mais saudável e perdendo peso.

Começar uma dieta saudável pode ser intimidante no começo, mas uma vez que você veja por si mesmo o quão bom ele faz você se sentir, você terá uma melhor chance de sucesso.

Ao longo do tempo, as suas preferências vão mudar e as pequenas mudanças em sua dieta e estilo de vida podem melhorar a sua autoestima, sua saúde e, de quebra, diminuir sua cintura.

2 – E como começar?

Comece seu café da manhã com fruta. Em jejum a fruta não é digerida pelo estômago e sim pelo intestino delgado, passando rapidamente pelo estômago, sendo direcionada para o intestino.

Tenha no mínimo 8 horas de sono para que possa levantar descansado. A perda de sono pode alterar os níveis dos “hormônios da fome” que são: a leptina e a grelina.

A leptina é secretada pelas células de gordura. Baixos níveis sanguíneos do hormônio provocam a fome.

A grelina é secretada pelo estômago para estimular o apetite.

Coma suas refeições sentado em uma mesa e não esqueça de fazer bocados pequenos.

Coma quando estiver realmente com fome e pare quando estiver cheio (não coma só porque ainda tem comida no prato).

Reduza o tamanho das porções ou reduza o tamanho do prato (ou seja: coma menos).

Beba mais água e menos bebidas açucaradas.

3 – Torne-se mais consciente

Preste mais atenção ao que você está comendo e bebendo. Dessa forma você perceberá o que precisa para melhorar a sua dieta.

Faça anotações de: horário, o que estava fazendo e o que estava sentindo todas as vezes em que sentiu fome fora do café da manhã, almoço e janta e perceba se há um padrão que aciona essa fome.

Leia os rótulos dos alimentos, familiarize-se com a lista de ingredientes, e comece a tomar conhecimento de tudo o que você colocar em sua boca.

4 – Faça um plano e seja específico

Se o seu objetivo é comer mais legumes, diga para si mesmo que vai experimentar um novo legume a cada semana até encontrar algum que você realmente goste. Você pode procurar maneiras fáceis de adicionar mais uma porção de vegetais na sua dieta a cada semana até chegar a seu objetivo.

5 – Seja realista

Devagar e sempre. Não exija muito de si, dê um passo de cada vez, mas mantenha a vigilância.

Demora cerca de um mês para qualquer nova ação tornar-se hábito.

6 – Concentre-se em lidar com o estresse

Procure algo que funcione para você. Pode ser através de exercícios, relaxamento ou meditação. O importante é que você não caia de volta nos maus hábitos durante períodos de estresse, ou use alimentos para ajudá-lo a lidar com a situação.

Boa sorte!

 

ARTIGOS RELACIONADOS:

1- PERDER BARRIGA – COMO TER 1 ANO DE RESULTADOS EM 8 SEMANAS

2- POR QUE COMO MESMO SEM ESTAR COM FOME? QUANDO ISSO SE TORNA UM HÁBITO.

3- AÇÚCAR, O VILÃO DA SAÚDE

4-ESTRESSE CAUSA OBESIDADE?